Dubladores

Alceu Silveira


Arquivo de Som:

 
Fred Flintstone em Os Flintstones


 
Biografia:

 
Alceu Silveira foi um dublador Paulistano.
 
Alceu Silveira começou na dublagem nos anos de 1960 na Aic. Com uma voz grave e entonada, tinha um timbre perfeito para a dublagem. Entre diversos personagens que fez, com certeza o mais marcante foi Fred Flintstone em Os Flintstones, personagem no qual Alceu pegou a partir da terceira temporada do desenho, já que Marthus Mathias havia saído do personagem devido a seu vasto trabalho no cinema. Alceu não ficou devendo em nada no personagem, chegou muito próximo ao que Marthus fazia, também pela razão de ter a voz parecida com o seu antecessor.

Fred Flintstone, a partir da 4ª temporada em Os Flintstones

 


Alem de Os Flintstones, Alceu também ficou conhecido com outro grande trabalho, o Chefe da Uncle, Alexander Waverly, interpretado por Leo G. Carroll em O Agente da U.n.c.l.e.. Ainda em séries, dublou no episódio Viajante Astral de Perdidos no Espaço, o viajante Hamish, interpretado por Sean McClory.

 

Leo G. Carroll


Em filmes fez um papel muito marcante que foi o do político norte-americano Willie Stark, interpretado por Broderick Crawford em A Grande Ilusão, alem do General Homma, interpretado por Leonard Strong em Espírito Indomável, e de Pedro interpretado por Finlay Currie na primeira dublagem do filme bíblico, Quo Vadis, entre outros.

 

Broderick Crawford


Alceu era tio do também dublador e tradutor Neville George, com o qual trabalhou por muitos anos junto, vale ressaltar um trabalho marcante que fizeram juntos, que foi a dupla Fred e Barney em Os Flintstones, a partir da quarta temporada em que Neville substituiu Rogério Marcico no papel de Barney, os 2 dão um show de interpretação, tão impecáveis quanto Marthus e Marcico foram nos personagens.

 

Por volta de 1966, Alceu se retira da Aic, e vai para o Rio de Janeiro com o sobrinho Neville trabalhar na Tv Cinesom, aonde permanece por alguns anos.
 
Alceu nos anos que iniciou na dublagem já era um senhor, e por essa razão faleceu alguns anos depois em final dos anos de 1970.
 
Esse foi mais um dos grandes dubladores que marcaram sua voz e sua interpretação na dublagem brasileira.

 
Trabalhos:

 
- General Homma (Leonard Strong) em Espírito Indomável
- Willie Stark (Broderick Crawford) em A Grande Ilusão
- Fred Flintstone (segunda voz) em Os Flintstones
- Hamish (Sean McClory) em Perdidos no Espaço
- Alexander Waverly (Leo G. Carroll) em O Agente da U.n.c.l.e.

- Pedro (Finlay Currie) em Quo Vadis (Primeira Dublagem)