Dubladores

Antônio de Freitas


Arquivo de Som:

 
Ulrich (Victor Buono) em Viagem ao Fundo do Mar / Policial Chefe O'Hara (Stafford Repp) em Batman / Shemp Howard (Shemp Howard) em Os Três Patetas

 
Biografia:

 

Antônio de Freitas foi um dublador Paulistano.

 

Antônio de Freitas começou a carreira trabalhando na Prefeitura de São Paulo, e posteriormente à noite atuava em espetáculos no circo.

 

No rádio começou na década de 1940, como rádioator e diretor de rádionovela. Antônio foi um importante rádioator, tendo passado pelas principais rádios de São Paulo.

 

Em final da década de 1940, vai para a Rádio São Paulo, aonde segue longa carreira como rádioator e diretor de rádionovela. Na mesma época também vai para a Rádio Cultura, aonde encena, entre outras a peça shakespeariana radiofonizada por Miroel Silveira, Hamlet em 1951, ao lado de Sérgio Cardoso, Olga Navarro, Augusto Barone, Lenita Helena, Odair Marsano e Maurício de Oliveira. Na Rádio Cultura, também atua como diretor de rádionovela.

 

Antônio trabalha tanto na Rádio São Paulo, quanto na Rádio Cultura, demonstrando sua versatilidade. Sua maior atuação sempre é na Rádio São Paulo.

 

No mesmo ano, ganha o prêmio de melhor rádioator central de 1951 do rádio paulista, concurso esse promovido pela ABEARRE, Associação Beneficente dos Empregados e Artistas da Rádio Record, e realizado no dia 22 de Janeiro de 1952, com o júri composto por Carlos Mendonça, da Associação das Emissoras de São Paulo, Mário Julio Silva, da Associação Brasileira de Críticos Teatrais, Denis Brean, da Associação Brasileira de Cronistas de Disco, Edmur de Castro Cotti, das Agências de Publicidade, e a escritora Maria de Lourdes Lebert.

 

Nota da Revista do Rádio de 1953

 

Em 1953, dirige na Rádio São Paulo a rádionovela o Preço do Silêncio, de José Penteado, ao lado de Nara Navarro e Nélio Pinheiro.

 

Também em 1953, recebe outro prêmio por sua atuação como rádioator, o Roquete Pinto. O Roquete Pinto era o maior prêmio para um artista na ocasião, seja ele do rádio, televisão, teatro ou cinema. Um feito, com certeza na carreira de Antônio. O prêmio foi referente a categoria de melhor rádioator central.

 

Nota da Revista do Rádio de 1953

 

Ainda em 1953, participa da novela A Voz do Sangue, na Rádio São Paulo, escrita por Yara Navarro, atuando ao lado de Nélio Pinheiro, Leonor Navarro, Waldemar Ciglioni e Sônia, e sonoplastia de Francisco Magalhães e Benito de Nardo. O curioso na escalação desse elenco se deve por todos os escalados terem ganhado o Roquete Pinto de 1952

 

Em 1954 participa da rádionovela Ângela de Monte Cristo, na Rádio São Paulo, e de autoria de Cardoso Silva. No elenco Dalva Costa, Carlos Araújo, Zari de Oliveira, entre outros.

 

Em 1956 ganha novamente o prêmio Roquete Pinto como melhor rádioator central de 1955.

 

Em 1957 estréia na Rádio São Paulo a novela de Ciro Bassini, Melodia Inesquecível, ao lado de Lenita Helena, Enio Rocha e Dalva Costa.

 

Como todas as rádios brasileiras, a Rádio São Paulo tinha quadros teatrais, para dividir as produções por categorias. Um desses quadros era o Teatro de Aventuras. Nesse quadro, Antônio fez a direção geral da rádionovela Ziegfield, de adaptação de Aurélio Pinheiro, com atuação do também deputado Enio Rocha.

 

Antônio de Freitas e Dalva Costa em 1951

 

Mais uma vez Antônio de Freitas e Dalva Costa estiveram juntos em uma rádionovela, agora em Se a Felicidade Não Fosse Plural, de Hélio Tys, também em 1957. Uma espécie de rádio minissérie (em uma época que não se usava esse termo), pela produção por conter apenas 5 capítulos.

 

Em 1958, participa do seriado Guilherme Tell, produzido por Aurélio Pinheiro, ao lado de Ênio Rocha, Ivone Sampaio, Sônia Regina e Dante Rui.

 

Também em 1958, estréia na novela de Dulce Santucci, Depois Que a Noite Passou, ao lado de Marà Caldeira, Waldir de Oliveira e Elvira Samara.

 

Ainda em 1958, participa de outro Teatro de Aventuras, O Império do Sol, de Cardoso Silva, com Ênio Rocha, Maria Estela Barros e Ivone Sampaio.

 

Em 1964, participa eventualmente do Teatro Manuel Durães na Rádio Record.

 

Em 1965, atua na novela de Iara Cúri, O Delator.

 

Na dublagem entra por volta de 1965 na Aic, atuando junto com seu irmão José de Freitas, com quem também trabalhava na São Paulo. Também atuou por alguns anos na Ibrassom.

 

Ulrich em Viagem Ao Fundo do Mar

 

Seus primeiros trabalhos foram personagens secundários em desenhos, séries e filmes da época, como diversas participações em Jonny Quest, na primeira e segunda temporadas de Viagem ao Fundo do Mar, narrando o nome dos episódios na primeira temporada de Jeannie é Um Gênio, e em filmes como Raça Brava, Arabesque, entre outros.

 

Chefe O'Hara

 

Já seus personagens fixos, temos primeiramente o Policial Chefe O'Hara interpretado por Stafford Repp na primeira e segunda temporadas de Batman, a segunda voz, substituindo seu irmão que estava doente, de Shemp Howard em Os Três Patetas, a primeira voz de Reuber Kincaird em A Família Do-Re-Mi, entre outros.

 

Inspetor Kanoff

 

Em filmes foi o Inspetor Kanoff em A Górgona, Coronel Wilkinson interpretado por Mervyn Johns em Os Heróis de Telemark, Doutor Saunders interpretado por Gene Lockhart em Amar Foi Minha Ruína, entre outros.

 

Nos anos de 1970, também foi diretor de dublagem na Álamo. Continuou na dublagem até meados, final dos anos de 1970, tanto na Aic, quanto na Álamo, quando se afastou da profissão.

 

Veio a falecer no início dos anos de 1980, por volta de 82/83.

 
Trabalhos:
 

- Policial Chefe O'Hara (Stafford Repp) em Batman (Primeira e Segunda Temporadas)

- Shemp Howard (Shemp Howard) (segunda voz) em Os Três Patetas,

- Reuben Kincaid (Dave Madden) (primeira voz) em A Família Do-Re-Mi

- Ulrich (Victor Buono) em Viagem ao Fundo do Mar

- Coronel Wilkinson (Mervyn Johns) em Os Heróis de Telemark

- Inspetor Kanoff (Patrick Troughton) em A Górgona

- Dr. Saunders (Gene Lockhart) em Amar Foi Minha Ruína

- Fredric March (Dr. Alex Favor) em Hombre

- Médico Legista (Percy Cartwright) em O Monstro de Duas Faces

- Piloto Vila (Julio Villarreal) em As Sete Cidades de Ouro

- Sam (Ken Renard) Caçada Humana

- Milton Wing (Regis Toomey) O Último Pôr-do-Sol

- Charley (Charley Chase): Os Filhos do Deserto / A Honestidade Vence (Primeira Dublagem)

- Big Mac (James Westerfield) em Sindicato de Ladrões

- Delton (John Williams) Rabo de Foguete

- Glushkov, da Agência Espacial (Laurence Herder) em Os Primeiros Homens na Lua

- Bêbado Apocalíptico em Lanchonete (Karl Swenson) em Os Pássaros

 

Fontes: Acervo Pessoal, Universo Aic, Wikipédia, A História da Dublagem, Revista do Rádio, Imdb, Dublanet, Ronaldo Baptista, Canal Hulu no Dailymotion, The Stalking Moon, Wikia, José Carlos Guerra, Nelson Machado.