Dubladores

Borges de Barros


Arquivo de Som:

 
Moe Howard (Moe Howard) em Os Três Patetas


 
Biografia:

 
Borges de Barros foi um dublador Paulistano.
 
Fileto Borges de Barros nasceu em 27 de Março de 1920 em Corumbá, Mato Grosso do Sul. Se mudou bem cedo para para a capital Campo Grande com a família. Aos 10 anos foi coroinha na Igreja São José, aonde também era ajudante do padre João Gripa, e muitas vezes até sacristão, chegou a ser seminarista, queria virar padre. Desempenhou essa função até os 14 anos. Depois disso foi com a família para São Paulo, aonde arranjou o emprego de entregador na José Paulino, no bairro da Luz.

 

Anos mais tarde entrou para a Faculdade de Ciências e Letras, aonde se formaram junto com ele nomes famosos como Vida Alves e Fernando Baleronne. Em um certa ocasião o historiador e professor internacional de geografia e história da faculdade, Abituar Bastos, fez uma peça de teatro aonde Borges participou e fez vários personagens, e por ver o seu talento o professor sugeriu que ele tenta-se o rádio, que era o ramo artístico mais famoso da época. Os amigos Gaeta e Galon, o ajudaram e o levaram para um teste de rádioator em uma empresa chamada Stand-Up Publicidade Propaganda, aonde Gaeta era amigo do diretor artístico Luiz Escatena. Borges passou no teste e foi escalado para fazer duas séries no rádio, Tarza, e Vingador, isso em 1943. Depois daí não parou mais, fez Rádio Nacional, Tupi, Cultura, América, Cruzeiro do Sul, Eldorado, Excelsior, entre outras.

 

Borges fez parte de uma das primeiras turmas de atores da televisão brasileira, tendo começado no início dos anos de 1950 na Tv Paulista, segunda emissora a ser fundada no Brasil depois da Tv Tupi.

 

Em 1957 foi chamado por Manuel de Nóbrega para trabalhar no programa humorístico Praça da Alegria, interpretando o mendigo milionário que usava sempre a peculiar frase "Como Vai Meu Caro Colega?", isso na Radio Nacional, depois o programa foi transportado para as Organizações Victor Costa, que depois se tornara Tv Paulista, e depois indo para a Tv Record.

 

Manoel de Nóbrega e Borges de Barros

 

Também fez na Tv Paulista o papel de um Corintiano Nordestino no programa Miss Campeonato, aonde na época a torcida do Corinthians era caracterizada pelo povo do nordeste, com os Italianos para o Palmeiras.

 

Rose Rondelli, Miss Campeonato de 1958, ao lado do time do Palmeiras

 

Ele também fez cinema, fez os filmes Simão o Caolho em 1952, Ceará Contra 007 e Quatro Homens Juntos em 1965, Se Meu Dólar Falasse em 1970, Regina e o Dragão de Ouro e Meu Adorável Mendigo em 1973, Os Gigantes em 1979, Os Adolescentes em 1981 e Jerônimo em 1984.

 

Zilda Cardoso, Borges de Barros e Grande Otelo em Se Meu Dólar Falasse, em 1970


Na dublagem começou em 1949 nos Estúdios Vera Cruz aonde dublava-se apenas filmes nacionais, o seu primeiro filme foi O Cangaceiro.
 

O Cangaceiro, de 1953


Em 1957 começou a dublar filmes estrangeiros e para a Tv na Ibrasom e depois entrou para a GravaSon, que posteriormente virou Aic, e de lá não saiu mais até o final dos anos de 1990, quando raramente era chamado para dublar na casa. Também participou de muitos outros estúdios como Gota Mágica, Master Sound, Álamo, entre outros, sendo esse último uma das casas aonde Borges mas atuou em sua carreira.

 

Borges de Barros ao lado dos dubladores da Aic - São Paulo nos anos de 1960


Ele eternizou diversos personagens, em series por exemplo fez o Doutor Zachary Smith interpretado por Jonathan Harris em Perdidos no Espaço, Moe Howard em Os Três Patetas, Pinguim interpretado por Burgess Meredhit em Batman, entre outros.

 

Moe Howard em Os Três Patetas

 

Borges teve uma honra que poucos dubladores tiveram: de conhecer um grande ator que dublou. No final dos anos de 1960, Jonathan Harris esteve visitando o Rio de Janeiro, e ao assistir um episódio dublado da série Perdidos no Espaço, aonde Borges o dublava, resolveu ir conhecê-lo em São Paulo, aonde o encontro aconteceu no programa Hebe na Tv Record. Jonathan elogiou muito o trabalho de Borges, e disse que queria que sempre seus filmes fossem dublados por ele.

 

Borges de Barros e Jonathan Harris no programa Hebe


Em desenhos, Borges fez diversos personagens, como Babu em Jeannie, foi uma das vozes dos personagens Zéca Urubu, Professor Dinbledong, Professor Grossenfiber, Inspetor Willoughby, Ursulão e personagens secundários em Pica-Pau (Clássico), Pilaf na primeira dublagem de Dragon Ball realizada na Gota Mágica para o Sbt, Gigars nas duas dublagens de Os Cavaleiros do Zodíaco, Song Taijin em Efeito Cinderela, entre outros.

 

Zéca Urubu


Em séries japonesas fez o profeta Edin interpretado por Noburu Nakatani em O Fantástico Jaspion, a segunda voz do Mantor do Diabo interpretado por Kiyoshi Obayashi em Lion Man, Gaata dublado originalmente por Hiroshi Masuoka e a voz masculina de Shima dublado originalmente por Michiro Iida em Esquadrão Relâmpago Changeman, Baraki dublado originalmente por Ginga Banjo em Comando Estelar Flashman, entre outros.

 

Edin em Jaspion


Em filmes fez Lancey Howard interpretado por Edward G. Robinson em A Mesa do Diabo, Conde Drácula interpretado por Bela Lugosi em Abbott e Costello As Voltas Com Fantasmas, Senhor Kentley interpretado por Cedric Hardwicke em Festim Diabólico, Alfie interpretado por Denver Pyle em O Homem Com a Morte Nos Olhos, Vincent Gardenia interpretado por Frank Ochoa em Desejo de Matar 2, entre outros.

 

Edward G. Robinson em vários filmes


Alem do personagem Mendigo ter sido interpretado no programa Praça da Alegria na Tv Paulista, a partir de 1987, também começou a participar do programa A Praça é Nossa no Sbt, o qual o fez por mais de 10 anos.

 

Carlos Alberto de Nóbrega e Borges de Barros

 

Em 24 de Julho de 2004, foram lançados os Dvd's no Brasil da série Perdidos no Espaço, e para comemorar esse dia, fizeram um encontro com os dubladores principais da série, realizada nos anos de 1960. Entre eles estavam Borges de Barros, Helena Samara, Maria Inês e Gilberto Baroli. Borges recebeu um premio da Fox Home Entertainment pelo trabalho na série, algo que deixou Borges muito contente.

 

Borges de Barros no lançamento do Dvd de Perdidos no Espaço

 

O prêmio à Borges de Barros pelo trabalho na série Perdidos no Espaço

 

Borges de Barros veio a falecer no dia 12 de Dezembro de 2007, quando sofreu uma parada cardíaca quando fazia hemodiálises.
 
Borges de Barros escreveu a historia do radio, televisão, dublagem e do humorismo brasileiro.

 
Trabalhos:

 
- Moe Howard (Moe Howard) em Os Três Patetas
- Dr. Zachary Smith (Jonathan Harris) em Perdidos no Espaço
- Pinguim (Burgess Meredith) em (Série)
- Babu em Jeannie (Desenho)
- Zéca Urubu (terceira voz), professor Dinbledong, Professor Grossenfiber, Inspetor Willoughby, Ursulão e personagens secundários em Pica-Pau
- Edin (Noburu Nakatani) em O Fantástico Jaspion
- Gaata (voz) (Hiroshi Masuoka) e Shima (voz masculina) (Michiro Iida) em Esquadrão Relâmpago Changeman
- Baraki (voz) (Ginga Banjo) em Comando Estelar Flashman
- Gigars em Os Cavaleiros do Zodíaco (Primeira e Segunda Dublagem)
- Capitão Stanley Lord (Matthew Walker) em Titanic (1996 - Segunda Dublagem)
- Pilaf em Dragon Ball (Primeira Dublagem)
- Cientista em Street Fighter II V - O Filme
- Sul-Van em Super Homem (Desenho - Anos 90)
- Dr. Escaravelho em Os Seis Biônicos
- Mantor do Diabo (Kiyoshi Obayashi) (segunda voz) em Lion Man
- Capitão Roland Francis Clancey (Henry Beckman) em E As Noivas Chegaram
- Song Taijin em Efeito Cinderela
- Earthquake em Samurai Shodown
- Dédalo em O Poderoso Hércules (Primeira Dublagem)
- Tio Remus (James Bakett) em Canção do Sul
- Papai Noel em O Estranho Mundo de Jack (Longa-Metragem - Primeira Dublagem)
- Vovô Martin Vanderhof (Lionel Barrymore) em Do Mundo Nada Se Leva
- Hoi em Dragon Ball Z - O Ataque do Dragão
- Mestre Tchi (Chang Ching Peng Chaplin) em Desafio Mortal
- Maurice Evans (Maurice Evans) (quinta voz) e Johann Sebastian Monroe (Jonathan Harris) em A Feiticeira
- Vovô Urso em O Pequeno Urso
- Lancey Howard (Edward G. Robinson) em A Mesa do Diabo
- Conde Drácula (Bela Lugosi) em Abbott e Costello As Voltas Com Fantasmas
- Eli Sands (Eddie Albert) em Aeroporto 79, O Concorde
- Vincent (Nikolai Binev) em Agente Biológico
- Mestre Tchi (Chang Ching Peng Chaplin) em Desafio Mortal
- Sr. Kentley (Cedric Hardwicke) em Festim Diabólico
- Alfie (Denver Pyle) em O Homem Com a Morte Nos Olhos
- Vincent Gardenia (Frank Ochoa) em Desejo de Matar 2
- Big Jim Colosimo (Frank Campanella) em Capone - Gangster
- William Cadwalader (John McGiver) em O Esporte Favorito dos Homens
- Xerife Cardigan (Jay C. Flippen) em Divida de Sangue
- Tom Smykowski (Richard Riehle) em Como Enlouquecer Seu Chefe
- Moscado (segunda voz) em Mosquete, Mosquito e Moscado
- Sgt. Pete Karelsen (Tim Ryan) em A Um Passo da Eternidade
- Tootles (Arthur Malet) em Hook - A Volta do Capitão Gancho
- Wang Khan (Thomas Gomez) em Sangue de Bárbaros

 

Links Relacionados:

 

Os Maiores dos Desenhos - 10/10/2012