Dubladores

Castro Gonzaga


Arquivo de Som:

 
Coronel Hathi em Mogli - O Menino Lobo (Longa-Metragem)


 
Biografia:

 
Castro Gonzaga foi um dublador Carioca.
 
Francisco de Paula Gonzaga nasceu em 28 de Janeiro de 1918 em Cravinhos, Rio de Janeiro.
 
Começou a carreira na rádio. Nos anos de 1940, trabalhou como rádioator na Rádio Cultura. Castro passou por varias rádios paulista, mas foi no programa Teatro dos Mistérios dirigido por J. Silvestre na Rádio Bandeirantes que Castro ficou famoso, participou muito tempo desse programa.
 
Anos depois Castro foi para o Rio de Janeiro, aonde entrou para a Rádio Mayrink Veiga. Depois foi para a Rádio Tupi do Rio, e finalmente para a Rádio Nacional, aonde trabalhou ao lado de monstros sagrados do rádio como Roberto Faissal, Paulo Gracindo, Floriano Faissal, e tantos outros.

 

Castro Gonzaga, último a direita, ao lado de consagrados colegas na Radio Nacional


Na Tv começou na Tv Excelsior. Lá fez as novelas O Tempo e o Vento em 1967, Os Diabólicos e O Direito dos Filhos em 1968, A Menina do Veleiro Azul e Dez Vidas em 1969 e Mais Forte Que o Ódio em 1970.


No mesmo ano foi para a Tv Tupi aonde estreou nas novelas Simplesmente Maria e Toninho On The Rocks, e depois fez A Selvagem em 1971.

 

Simplesmente Maria, em 1971


No mesmo ano foi para a Tv Globo na novela Meu Pedacinho de Chão. Em 1972 voltou a Tv Tupi nas novelas Bel-Ami e A Revolta dos Anjos.
 
De volta a Rede Globo em 1973, fez a novela O Semideus, depois fez Corrida do Ouro em 1974, Gabriela e O Grito em 1975, Saramandaia em 1976, À Sombra dos Laranjais, Locomotivas e Sinhá Flô em 1977, Gina em 1978, Memórias de Amor e Os Gigantes em 1979, Marina em 1980, Ciranda de Pedra em 1981, O Homem Proibido e Paraíso em 1982 e Voltei Pra Você em 1983.

 

Castro Gonzaga em Saramandaia


Em 1986 foi convidado pela Rede Manchete para trabalhar na novela Dona Beija, no mesmo ano também participou da novela Mania de Querer.
 
Em 1989 volta a Rede Globo, e faz a novela Pacto de Sangue, depois vez Felicidade em 1991, Quem é Você? e Malhação em 1996, Por Amor em 1997, O Cravo e a Rosa em 2000, Kubanacan em 2003, Da Cor do Pecado em 2004, Alma Gêmea em 2005, Bang Bang, Cobras & Lagartos e O Profeta em 2006.

 

Castro Gonzaga em Bang Bang, em 2006


Uma de suas novelas mais conhecidas foi Saramandaia em 1976 na Rede Globo, no qual ele fazia o papel de Coronel Zico Rosado, que quando se irritava soltava formigas pelo nariz.
 
Em séries participou de Você Decide na Rede Globo, de 1993 á 1996, e em 1999.
 
Em minissérie teve sua primeira participação em Nuvem de Fogo em 1963 na Tv Paulista.
 
Na Globo participou das minisséries Grande Sertão: Veredas em 1985, Memórias de Um Gigolô em 1986, República em 1989, Teresa Batista e Anos Rebeldes em 1992 e Labirinto em 1998.

 

Castro Gonzaga em Anos Rebeldes, em 1992


Na Tv Bandeirantes participou da minissérie Chapadão do Bugre em 1988.
 
Castro Gonzaga também fez cinema, fez os filmes Rio 40 Graus e O Primo do Cangaceiro em 1955, Essa Gatinha é Minha em 1966, Mineirinho Vivo Ou Morto em 1967, A Marcha em 1972, O Poderoso Machão em 1974, Contos Eróticos em 1977, O Inferno Começa Aqui e Os Trapalhões na Serra Pelada em 1982, Os Heróis Trapalhões - Uma Aventura na Selva em 1988 e Os Sete Sacramentos de Canudos em 1996.

 

Castro Gonzaga em Mineirinho, Vivo ou Morto, em 1967


Na dublagem entrou no início dos anos de 1960, passando pela Riosom, Dublasom Guanabara, e principalmente pela CineCastro, aonde fez diversos trabalhos. Também trabalhou na Telecine, aonde também foi um dos narradores da empresa. Castro nunca fui um dublador muito presente, fazia eventualmente um trabalho ou outro, mas foi por volta de 1980 que Castro se afastou por completo da dublagem, para se dedicar única e exclusivamente à dramaturgia.
 
Entre seus trabalhos de dublagem estão principalmente personagens da Disney, no qual Castro era muito chamado para fazer nos anos de 1960, como o Senhor Darling em Peter Pan, Coronel Hathi em Mogli - O Menino Lobo, Stromboli na segunda dublagem de Pinóquio, a primeira que foi feita nos anos de 1940 foi perdida.

 

Hathi em Mogli - O Menino Lobo

 

Alem de trabalhos para a Disney, também foi a primeira voz de Popeye nos desenhos do mesmo dublados na CineCastro nos anos de 1960, dividindo o personagem com Domício Costa, sendo redublados a partir de 1966 na Herbert Richers. Também fez o vilão Satan Z na série Ultraseven, artistas não creditado na produção, e também foi a primeira voz do Cobrinha Azul no desenho de mesmo nome, entre outros.

 

Darling em Peter Pan


Um dos últimos trabalhos de Castro Gonzaga em sua vida foi na novela O Profeta de 2006 a 2007. Castro sofria de problemas nos rins e nos pulmões por causa da idade, e por decorrência disso foi internado em Setembro de 2007 no Hospital de Petrópolis na Região Serrana do Rio, mas infelizmente veio a falecer no dia 2 de Outubro de 2007, deixando um legado de trabalhos principalmente na dramaturgia, no qual se doou completamente ao longo de toda a sua vida.

 
Trabalhos:

 
- Popeye (uma das vozes) em Popeye (CineCastro)
- Toro em Toro e Pancho 
- Cobrinha Azul (primeira voz) em Cobrinha Azul
- Sr. Darling em Peter Pan (1953) (Longa-Metragem)
- Coronel Hathi em Mogli - O Menino Lobo (Longa-Metragem)
- Stromboli em Pinóquio (Longa-Metragem - Segunda Dublagem)
- Queixinho em Os Apuros de Penélope Charmosa (Primeira Dublagem)
- Ben Grinn / A Coisa (primeira voz) em Os Quatro Fantásticos
- Satan Z (não creditado) em Ultraseven

- Dr. Van Der Mal (Dean Jagger) em Uma Cruz à Beira do Abismo

- Coronel Haki (Kurt Katch) em A Máscara de Dimitrios