Dubladores

Maria Alice


Arquivo de Som:

 
Branca de Neve em Branca de Neve e Os Sete Anões (Segunda Dublagem)


 
Biografia:

 
Maria Alice foi uma dubladora Carioca.
 
Maria Alice Barreto nasceu no dia 23 de Novembro de 1930 em Florianópolis, Santa Catarina. Começou a carreira em 1950 na Rádio Guarujá em Florianópolis.
 
Em 1955 foi para a antiga Rádio Diário da Manhã, também em Florianópolis. Em final de 1955 foi para o Rio de Janeiro fazer teste para radioatriz na Rádio Nacional e na Rádio Mayrink Veiga, foi aprovada em ambas, mas optou apenas por trabalhar na Rádio Nacional, no qual ficou até 1964. Sua primeira novela na emissora foi A Sempre Outra Mulher, de Sanches Arcilla e adaptada por Roberto Faissal, contava com o elenco de José Américo, Castro Gonzaga, Daisy Lucidi, Domício Costa e Wahyta Brasil. Também estreou na primeira versão para o teatro de Pinóquio, fazendo o Grilo Falante.

 

Aurora em A Bela Adormecida


Na dublagem Maria Alice foi convidada em 1960 por Luis Delfino para dublar a Princesa Aurora em A Bela Adormecida. 2 anos depois é convidada novamente para dublar um personagem Disney, agora a cadela Prenda em A Guerra dos Dálmatas.

 

Branca em Branca de Neve e Os Sete Anões

 

Mas é em 1965 que surge o seu mais marcante trabalho, dublar a Princesa Branca na redublagem de Branca de Neve e Os Sete Anões, que a marcou não só na história da dublagem no Brasil como na história da Disney no mundo.
 
Permaneceu na profissão até final dos anos de 1970, tendo passado por empresas como Dublasom Guanabara, Riosom e Herbert Richers.
 
Em 1990 Maria Alice se aposenta e retorna para Florianópolis.

 

Maria Alice em 2009

 

 

Em 28 de Setembro de 2010, Maria Alice veio a falecer de falência múltipla de órgãos.

 
Trabalhos:

 

- Branca de Neve em Branca de Neve e Os Sete Anões (Segunda Dublagem)

- Bela Adormecida em A Bela Adormecida

- Prenda em A Guerra dos Dálmatas

 

Fontes: Coisas de Garoutas, Fanpop, Caros Ouvintes, Acervo Pessoal, Revista Auto Falante, Ricardo Ribeiro, Correio da Manhã.