Dubladores

Nizo Neto

 


Arquivo de Som:

 
Ferris Bueller (Matthew Broderick) em Curtindo a Vida Adoidado


 
Biografia:

 
Nizo Neto é um dublador carioca.

 

Francisco Anízio de Oliveira Paula Neto nasceu em 27 de Abril de 1964, na cidade do Rio de Janeiro.

 

Nizo Neto, também conhecido como Nizo Netto, começou a carreira ainda criança ao lado do pai no programa Chico em Quadrinhos em 1971, fazendo vários personagens.

 

Nizo Neto

 

Depois participou de Linguinha x Mr. Yes em 1972, uma novela infantil no estilo de comédia protagonizada por Chico Anysio, fazendo o papel de Careta ao lado de Grande Otelo, Arnaud Rodrigues, Jorge Lorêdo, Tony Tornado, Waldemar Rocha, entre outros.

 

Nizo Neto e Chico Anysio em 1973

 

Chico City surgiu em seguida em 1973, no qual atuou por 7 anos até o final do programa interpretando personagens como Negritim, Pequeno Cangaceiro, Careta, Sérvio Túlio, entre outros.

 

Em 1975, participou da série Azambula & Cia., atuando ao lado de Arnaud Rodrigues, Dorinha Duval, Wilson Grey, e grande elenco.

 

Chico Anysio e Nizo Neto

 

Em Chico Total a partir de 1982, e em Chico Anysio Show a partir de 1983, Nizo fez diversas participações.

 

Em séries da emissora, participou em 1983 de Caso Verdade, e em 1984 de Tela Tema, sendo o primeiro de interpretação de histórias reais, e o segundo de histórias fictícias.

 

De 1985 à 1988 participou de séries variadas na emissora, como Sítio do Pica-Pau Amarelo em 1985 interpretando o Raulzinho, Sinhá Moça em 1986 interpretando o Nino, e na série humorística em 1988, interpretando Japeri, e dividindo cena com vários nomes da dramaturgia e da comédia, entre eles Brandão Filho, Chico Anysio, Danton Mello, Eduardo Dusek, Lug de Paula, Milton Gonçalves, e tantos outros que passaram pelo programa.

 

No mesmo ano de 1988, foi convidado para participar do quadro Circo dos Astros no programa Criança Esperança. A partir daquele dia se apaixonou por mágica, e o que no início foi um hobbie virou profissão. Nizo participou de diversas apresentações como ilusionista, entre elas no Karaokê do Vovô Jeremias com Walter Jeremias em 1990, no qual se apresentou por alguns meses. No mesmo ano participou do show do ilusionista Gerardi na Fundação Cultural no Ibam. Em 1991 chegou a participar em shows contando piadas e fazendo mágicas ao lado da segunda esposa Márcia Brito. Em 1992 participou de um show de ilusionismo no Shopping Madureira, entre muitas outras apresentações.

 

Nizo faz parte da Society of American Magicians, Academy of Magical Arts & Sciences, Clube Mágico Português, Círculo Brasileiro de Ilusionismo do qual foi diretor social por dois anos, entre outras. Também assinou por três anos uma coluna na revista portuguesa O Mágico.

 

Ptolomeu

 

Por volta de 1988 ingressa no programa que traria a sua maior fama na televisão: A Escolinha do Professor Raimundo; Na ocasião ainda era um quadro do programa Chico Anysio Show, tendo virado programa em 1990. Lá Nizo fazia o personagem Ptolomeu, um cdf puxa saco do professor, que tinha o cabelo "lambido", e usava terno e gravata. Fez esse personagem por vários anos.

 

Nizo Neto, Sérgio Mallandro, Mário Tupinambá, Marcos Plonka, Jaime Filho, Olney Cazarré, Cláudia Gimenez, Zezé Macedo, Rogério Cardoso, Walter D'Ávila, Antônio Carlos Pires, Orlando Drummond, Lug de Paula, Tássia Camargo, Antônio Pedro, Castrinho, Grande Otelo, Stella Freitas e Brandão Filho

 

O programa ficou no ar até 1995. Em 1999 Chico Anysio resolve levar a Escolinha para os teatros do Brasil. Logo em seguida no ano de 2000, volta com o programa em um quadro no Zorra Total, retornando com um programa próprio em 2001 durando apenas alguns meses. O programa contou com grandes nomes do humor no Brasil como Grande Otelo, Zezé Macedo, Rony Cócegas, Walter D'Ávila, Rogério Cardoso, Brandão Filho, José Vasconcellos, e outros, e nomes que viriam a se destacar como Sérgio Mallandro, Castrinho, Lug de Paula, Paulo Cintura, David Pinheiro, Cláudia Gimenez, entre outros.

 

A Próxima Vítima de 1995

 

Entre 1995 e 1996 Nizo participa de algumas produções na Rede Globo, como a novela A Próxima Vítima em 1995, no qual interpretou o personagem Marco, e a série A Vida é Como É... em 1996.

 

Por volta do mesmo ano de 1996, Nizo se vai morar fora do país com sua esposa Márcia Brito, seguindo ele a carreira de Barman e ela de cantora. Chega a dublar em uma empresa do exterior, mas não segue carreira por muito tempo na mesma.

 

De volta ao Brasil e a Globo por volta de 1999, nos 10 anos seguintes Nizo participa de diversas produções da Globo, como nas novelas Malhação em 1999, O Cravo e a Rosa em 2000, Estrela-Guia em 2001, na série Brava Gente em 2002, nos programas humorísticos A Diarista e Sob Nova Direção em 2004, as novelas Cabocla e Um Só Coração em 2004, na série infantil Sítio do Pica-Pau Amarelo e na novela Malhação em 2005, das séries Carga Pesada e Cilada em 2006, nas novelas Eterna Magia em 2007, Faça Sua História em 2008, nas séries Guerra & Paz e Dicas de Um Sedutor em 2008, e Chico e Amigos em 2009.

 

Chico Anysio e Nizo Neto

 

De 2008 em diante volta a trabalhar na televisão com seu pai Chico Anysio no programa Zorra Total, e posteriormente em Chico e Amigos, retornando em seguida apenas ao Zorra Total também com seu pai. Em Zorra Total fez alguns personagens ao lado do pai, entre eles como o assistente de Justo Veríssimo, interpretado por Chico Anysio.

 

Rochina e Nizo Neto

 

Também no programa começou a atuar por volta de 2013 como roteirista, além de dublar 2 personagens no programa na ocasião, o coelho Cartolinha, interpretado por Gabriel Louchard, e o orangotango Rochina, interpretado por Eri Johnson.

 

Nizo Neto interpretando Chico Anysio em Dercy de Verdade em 2012

 

Em 2012 participa da série Dercy de Verdade, que conta a história da atriz e comediante Dercy Gonçalves. Lá atua como seu próprio pai na época em que conheceu a atriz.

 

Em 2014 participa da série do Canal Brasil, Gentalha.

 

Com a reformulação do antigo Zorra Total em 2015, agora chamado de Zorra, Nizo retorna para o elenco.

 

O Prefeito de 2015

 

Nizo também trabalhou no cinema, mas foi uma de suas áreas de menor atuação. Entre os filmes que participou estão Insônia em 1982, e Johnny Love em 1987. Fica 19 anos sem estrear em um longa, e retorna em Bela Noite Para Voar em 2006, seguido de Vendo ou Alugo em 2013, Muita Calma Nessa Hora 2 em 2014, O Prefeito, Menina Indigo, e Meu Amigo Hindú em 2015.

 

 

Nizo Neto como Professor Raimundo

 

Em 25 de Abril de 2015 no especial de 50 anos da Rede Globo, Nizo Neto subiu ao palco vestido de Professor Raimundo para homenagear seu pai e um dos programas humorísticos de maior fama do canal: A Escolinha do Professor Raimundo;

 

No Teatro começou bem cedo, se formando no Teatro Tablado. Em 1980 estréia na peça O Diamante do Grão-Mogol de Maria Clara Machado, com direção de Wolf Maya, e atuação de Lupe Gigliotti, Wolf Maya, e Cininha de Paula.

 

Em 1982, a tia Lupe Gigliotti e a prima Cininha de Paula, fundaram o grupo teatral no qual começaram a participar filhos de atores, como Carla Daniel, Henrique Taxman, e o próprio Nizo Neto. As peças eram apresentadas em escolas e festas. Na estréia da primeira peça Peter Pan, estavam lá os respectivos pais Daniel Filho, Tamara Raxman e Chico Anysio, dando força aos filhos.

 

Em 1984 estréia na peça A Tocha na América, com direção de Luiz Mendonça, com atuação de Gugu Olimecha, Élida L'Astorina, Olney Cazarré, Silva Filho, Flávio Bruno, Nádia Carvalho, Nedira Campos, Ilva Nino, Luiz Carlos Nino, Dulce Conforto, Julita Sampaio, Paulo Celestino, Tânia Moraes, Etori e Daúde, no Teatro Rival.

 

Em 1985 estréia na peça Um Toque de Hitchcock de Yoya Wursch, com direção de Paulo Afonso de Lima, e atuação de Rogério Fabiano, entre outros. Também em 1985 estréia no musical Encouraçado Botequim, de Paulo César Coutinho, direção musical de Paulinho Machado, coreografia de Priscila Teixeira, direção geral de Renato Coutinho, e atuação de Ângela Vieira, entre outros, nos Teatros Villa Lobos e Rival.

 

Também em 1985 estréia na peça Rocky Stallone, com atuação de Marcelo Ibrahim, que foi escolhido por ter semelhança com o ator norte-americano que da nome a peça, entre outros.

 

Em 1989 estréia na peça Plumas de Paletós, com direção de Chico Anysio, e ao lado de Márcia Brito.

 

Oh! Que Gracinha de Escola em 1991

 

Em 1991 estréia na peça Oh! Que Gracinha de Escola, uma peça teatral com alguns humoristas da Escolinha do Professor Raimundo, como Tássia Camargo, Márcia Brito, Escolastica, Lug de Paula, David Pinheiro, Rony Cócegas e Paulo Cintura.

 

Nizo Neto, Maria Lúcia Priolli e Sueli Franco

 

Em 1992 atuou no musical infantil de Chico Buarque, Os Saltimbancos, ao lado de Sueli Franco, Maria Lúcia Priolli e Ruben Gabira.

 

Nizo Neto em Ed Mort, Um Detetive Brasileiro

 

Também em 1993 participa da peça Ed Mort, Um Detetive Brasileiro, baseada na história Procurando Silva escrita por Veríssimo para os quadrinhos de Miguel Paiva. A peça trás Nizo na pele de um decadente detetive inspirado nos romances policias dos anos de 1930.

 

Ainda em 1993 estréia na peça Teatro de Terror, de Marta Camargo, com direção de Vic Militello, com Raul Barretto, Yuri Pinheiro, entre outros.

 

Em 1994 estréia na peça Dom Quixote e Sancho Pança, com direção de Rogério Fabiano, e atuação de Jorge Maya, Fábio Massimo, Luciana Coutinho, Ataíde Arcoverde, Élida L'Astorina, e Marianara Costa, no Teatro Casa Grande.

 

Carla Suita e Nizo Neto em A Menina e o Vento

 

Em 1994 atuou na peça A Menina e o Vento, tendo como protagonista Maria Antônia (hoje conhecida como Maria Maya), filha de Wolf Maya com Cininha de Paula, prima de Nizo. Cininha dirigia a peça, e sua mãe Lupe Gigliotti irmã de Chico Anysio atuava. Heloísa Perissé, na época esposa de Lug de Paula, irmão de Nizo, também atua na peça, além de Marcello Caridad e Regiana Antonini. A peça foi escrita por Maria Clara Machado.

 

Em 1995 estréia no musical Band Age, de Miguel Paiva e Zé Rodrix, que já havia tido uma versão em 1983. A peça tinha a atuação de Andréia Veiga, Alexandre Lippiani, Daniele Winitz, Luiz Carlos Tourinho, Marya Bravo, Cláudio Galvão, Stella Maria Rodrigues, Flávia Rinaldi e Carlos Leça. A supervisão ficou a cargo de Cininha de Paula. O musical fala sobre os jovens do final dos anos de 1970, contando sobre suas inquietações e planos sobre o futuro, amor, sexo, religião, o papel do homem, da mulher, da família e etc... A diretora Cininha de Paula levou os atores da peça para um piloto de final de ano chamado Sábado Ás Dez, que estreará na Terça Nobre, aonde misturará humor e música. Andréa Veiga, Danielle Winnitz e Nizo Neto serviram de âncora para todos os blocos.

 

Em 2000 retorna ao teatro na peça Rio's Cabaret Musical, de coreografia e direção de Carlos Leça, ao lado de Sabrina Kogut, entre outros. Essa peça é uma homenagem aos grandes musicais da Broadway.

 

Também em 2000 atua na peça Tudo de Bom, de Regiana Antonini, com direção de Cláudio Torres Gonzaga, ao lado do ator Anderson Muller, entre outros.

 

Em 2002 atuou na peça Descontrole Remoto, de Bruno Mazzeo, ao lado de Leandro Hassum. A peça satirizava programas de televisão.

 

Também em 2002 atua na peça Cabaré Brothers, de direção de Evandro Mesquita, com apresentação dos Irmãos Brothers, Nehemias Resende e Bob Magalhães. Essa peça mistura circo, música e poesia. Chegaram a participar o música Luiz Carlinhos, os poetas Mauro Santa Cecília e Maurício Barros, e os atores da peça Descontrole Remoto, entre eles Nizo Neto com sua apresentação de mágica.

 

Jorge Lorêdo, Gabriela Duarte e Nizo Neto nos bastidores de Os Famosos Quem?

 

Em 2003 estréia a peça Os Famosos Quem?, ao lado da atriz Renata Castro, e o comediante Bruno Mazzeo. É uma apresentação que conta com enquetes inusitadas que variam a cada apresentação. O espetáculo reestréia em nova turnê em 2004.

 

Em 2003 estréia na peça Tem Um Psicanalista na Nossa Cama, ao lado de Elizângela, Marcos Oliveira, Roberto Battaglin, entre outros, no Teatro Tobias Barreto. No mesmo ano também participa da peça Segredos do Pênis.

 

Em 2005 estréia a peça Falando Sozinho, contando piadas, casos engraçados, personagens inusitados, e fala sobre situações curiosas que não percebemos no dia-a-dia. A peça retorna em 2007.

 

Elenco da peça Memórias Póstumas de Brás Cubas

 

Em 2006 atua na peça Memórias Póstumas de Brás Cubas, texto de Machado de Asis, adaptação de Thereza Briggs-Novaes, com atuação de Thereza Teler e Gustavo Ottoni. A peça relembra fatos da vida de Brás Cubas.

 

Em 2008 participou de uma peça para o especial de natal da Globo, chamada Natal na Praça.

 

Em 2009 dirige Chico Anysio na peça Tudo Eu.

 

Em 2010 participa do Stand-Up Comedy, Caneco 90, de apresentação de João Sena, ao lado de Raul Franco e Renato Tortorelli.

 

Rey Biannchi, Nizo Neto, Felipe Absalão e Sergio Stern em Humor Sem Censura

 

Também em 2010 estréia o Stand-Up Comedy Humor Sem Censura, ao lado de Rey Biannchi, Felipe Absalão e o ator e dublador Sérgio Stern.

 

Em 2012 estréia na peça Comédia em Pé no Teatro de Artes na Gávea, com o elenco de Fernando Caruso, Léo Lins, Fábio Porchat, Cláudio Torres Gonzaga e Paulo Carvalho, no qual Nizo fez uma participação esporádica em uma das apresentações.

 

Nizo participou de muitas outras peças de Stand-Up Comedy, e em várias cidades, como Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, entre outros. Entre elas estão 3 Tosterona de Victor Sarro, Robson Nunes e Luiz França, Senta Pra Rir de Diogo Portugal, Santa Comédia de Marco Zenni, Fábio Lins e Victor Hugo, Risorama, Risológico de Marco Zenni, Curitiba Comedy Club, Comedians Club, Seleção do Humor, Sindicato da Comédia de Marcos Castro,

Noites de Parangolé de Larissa Câmara, Louco é Pouco de Eduardo Jericó e Pierre Rosa, Tarja Branca de Larissa Câmara, Rodízio do Humor de Natan Ribeiro, Comédia do Sétimo Dia de Jefferson Todor e Emerson Ceará,

Riso de Janeiro do próprio Nizo Neto, Comédia a La Carte de Felipe Absalão, Plantão de Noticias de Maurício Menezes, Era Só o Que Faltava, Humor na Caneca, quadro do Programa do Jô, Lente de Aumento de Leandro Hassum, Falando a Veras de Marcos Veras, Viradão Carioca 2012/2013, Rizo de autoria do próprio Nizo Neto, entre outros.

 

Vem Transar Com a Gente

 

Em 2013 Nizo Neto estréia a peça ao lado da esposa Tatiana Presser falando sobre sexo, chamada Vem Transar Com a Gente!, no Teatro Vanucci no Shopping da Gávea.

 

Em muitas das peças em que participou, atuou como escritor e redator.

 

No Rádio participou de alguns programas da Rádio Globo, como Eu Sempre Quis Fazer Rádio, Manhã da Globo, Histórias da Vida e A Turma da Maré Mansa, e na Rádio Tupi fez Humor Pra Valer.

 

Vida de Cristo de 1994

 

Também no Rádio fez A Vida de Cristo, de Giuseppe Ghiaroni, conhecida como Paixão de Cristo, e regravada depois de mais de 40 anos da primeira gravação feita na época da Radio Nacional. Para essa radiofonização chamaram vários dos rádioatores que participaram da primeira versão, como Domício Costa, Luís Manuel, além de outros rádioatores e dubladores como Orlando Drummond, Arthur Costa Filho, Selma Lopes, Isaac Bardavid, André Filho, Rodney Gomes, Castro Gonzaga, Pádua Moreira, entre outros. Nizo interpreta João. O disco foi gravado no estúdio Dc Vox, e lançado com o selo Emi-Odeon em 1994.

 

Nos anos de 1980, Nizo foi garoto propaganda da Loterj, Loteria do Estado do Rio de Janeiro.

 

Nizo também colabora há alguns anos para a revista humorística Mad.

 

Nizo e seu pai eram apaixonados por corridas de cavalos. A paixão foi tanta que quando Nizo cresceu, comprou alguns animais no Jockey Club em sociedade com o irmão Rico Rondelli.

 

Na vida pessoal Nizo além de filho de Chico Anysio, também é filho da vedete Rose Rondelli, ambos falecidos. É irmão dos humoristas Bruno Mazzeo e Lug de Paula.

 

Em meados dos anos de 1980, conheceu a atriz e futura dubladora Nádia Carvalho, com quem se casou e trabalhou junto no teatro e na televisão por algum tempo. Um tempo depois se separaram.

 

Márcia Brito, o palhaço Carequinha, Rian de Paula e Nizo Neto em 1992

 

No final dos anos de 1980, conheceu na Escolinha do Professor Raimundo a atriz Márcia Brito (que posteriormente mudou seu nome artístico para Brita Monteiro, e em seguida para Brita Brazil) com quem foi casado, e teve um filho, Rian de Paula, nascido em 1990. Brita era atriz, participou de trabalhos em Os Trapalhões, Chico City, Chico Anysio Show, Viva o Gordo, entre outros. Brita seguiu carreira de cantora nos Estados Unidos a partir de 1994 até 1998. Na ocasião, fez dublagens em um estúdio em Los Angeles ao lado de Nizo Neto. Algum tempo depois se separaram.

 

Tatiana Presser, esposa de Nizo, Jô Soares e Nizo Neto em 2013

 

No início dos anos de 2000 conheceu a atual esposa, a psicóloga Tatiana Presser. Se casando em 7 de Maio de 2002. A primeira filha do casal foi Isabela nascida em 2006, e a segunda foi Sofia nascida em 2011.

 

Nizo Neto, Chico Anysio e Bruno Mazzeo no lançamento do Dvd, Chico Especial em 2007

 

Em 2007, Chico Anysio lança o Dvd antecipado de seus 40 anos de carreira, que se completariam no ano seguinte, em 2008, chamado Chico Especial. No lançamento, estiveram ao seu lado os filhos Nizo Neto e Bruno Mazzeo.

 

Na dublagem entrou em 1983 aos 19 anos pela Herbert Richers. Na ocasião fez várias testes na empresa, e foi escalado para o elenco de dubladores pelas mãos do dublador e diretor de dublagem Mário Monjardim.

 

Os anos de 1980 foi de muita atuação de Nizo na dublagem. Dublou diversos jovens em filmes e séries, e também muitos personagens em desenhos animados. Junto com Garcia Júnior, Mário Jorge de Andrade e Oberdan Junior, eram os dubladores masculinos mais escalados para jovens no Rio de janeiro na ocasião.

 

Em 1988 com a inauguração da Vti-Rio, Nizo também começa a trabalhar na empresa, se tornando um dos dubladores mais escalados para protagonistas na casa, ficando na empresa até seu final em 2006.

 

Também passou por outros estúdios como Telecine, Delart, Wan Macher, entre outros.

 

Chico Anysio e ao fundo seu personagem Carl Fredricksen

 

Em 2009 Nizo sugeriu à Garcia Junior, diretor da Disney no Brasil na ocasião, que escalasse seu pai Chico Anysio para dublar o personagem Carl Fredricksen no longa Up - Altas Aventuras, e Garcia aprovou a idéia. O próprio Nizo disse na época que o pai tinha uma bagagem ótima de rádio, então se daria bem na dublagem, querendo dizer que a atuação no rádio é um ótimo preparativo para quem quer se tornar um dublador.

 

Matthew Broderick em Curtindo a Vida Adoidado

 

Entre os trabalhos de maior atuação de Nizo damos início aos filmes, citando atores como Matthew Broderick em Curtindo a Vida Adoidado e Negócio de Família, Seann William Scott na sequência American Pie, Michael J. Fox em Dr. Hollywood - Uma Receita de Amor e O Garoto do Futuro, Orlando Jones em A Máquina do Tempo e Evolução, entre outros.

 

Presto em Caverna do Dragão

 

Nos desenhos foi dele a voz dos personagens Dug em Up - Altas Aventuras, Gastão em Ducktales, Francis em Os Padrinhos Mágicos, Ed em As Aventuras de Brandy e Sr. Bigodes, uma das vozes dos personagens Apu Nahasapeemapetilon e Kent Brockman em Os Simpsons, na época em que o mesmo era dublado na Vti-Rio, Chama em Ben 10 e Ben 10: O Segredo do Omnitrix, Spike em Transformers e Transformers: O Filme, Vassourito em She-Ra: A Princesa do Poder e He-Man e She-Ra: O Segredo da Espada Mágica, a primeira e mais atuante voz de Presto em Caverna do Dragão, Fozzie em Muppet Babies, Crash no longa-metragem A Era do Gelo 3, entre outros.

 

Anthony Michael Hall em O Vidente

 

Em séries fez alguns personagens de destaque, como o vidente Johny Smith interpretado por Anthony Michael Hall em O Vidente, o marido da paranormal Allison DuBois, Joe DuBois interpretado por Jake Weber em A Paranormal, Gary Basarba, o pai do Jake interpretado por Art Wulliger em Todo Mundo Odeia o Chris, entre outros.

 
Trabalhos:

 
- Matthew Broderick em A Eleição, Conte Comigo, Curtindo a Vida Adoidado, Mulheres Perfeitas, Negócio de Família, O Feitiço de Áquila, O Homem da Música, e Roubo Nas Alturas

- Seann William Scott em American Pie - A Primeira Vez é Inesquecível (Tv), American Pie 2 - A Segunda Vez é Ainda Melhor (Tv e Dvd), American Pie - O Casamento (Tv), American Pie: O Reencontro, Modelos Nada Corretos, Os Gatões: Uma Nova Balada, e Southland Tales - O Fim do Mundo 

- Michael J. Fox em Dr. Hollywood - Uma Receita de Amor, O Garoto do Futuro / O Garoto Lobisomem, A Vida de Mikey, Na Escola da Vida, Nova York - Terra em Delírio

- Marlon Wayans em As Branquelas, Sem Sentido e Réquiem Para Um Sonho

- Orlando Jones em A Máquina do Tempo (2002), Corridas Clandestinas e Evolução

- Tom Hanks em Nada em Comum, Quero Ser Grande (Avião), e Splash - Uma Sereia em Minha Vida

- Stephen Baldwin em Os Flintstones em Viva Rock Vegas, e Os Suspeitos

- Bryce (Noah Taylor) em Lara Croft - Tomb Raider: A Origem da Vida
- Michael Woods (Joseph Lawrence) em Piratas Modernos
- Billy Peltzer (Zach Galligan) em Gremlins
- Hal (Ken Hudson Campbell) em O Tigrão
- Michael Riley, 17 Anos (Keanu Reeves) em Jovem de Novo
- Mikey Tandino (James Russo) em Um Tira da Pesada
- Chaucer (Paul Bettany) em Coração de Cavaleiro
- Ren McCormack (Kevin Bacon) em Footloose - Ritmo Louco (Footloose)

- Tambor adulto em Bambi (3ª Dublagem)
- Tio Jack em Karate Kid (Desenho)
- Barney Rubble em Flinstones Kids e Os Flinstones e o Diamante
- Dug em Up - Altas Aventuras
- Alçoça em Os Wuzzles
- Gastão em Ducktales
- Francis em Os Padrinhos Mágicos
- Ed em As Aventuras de Brandy e Sr. Bigodes
- Apu Nahasapeemapetilon (uma das vozes) e Kent Brockman (uma das vozes) em Os Simpsons

- Cobra Venenosa em Liga da Justiça

- Chama em Ben 10, e Ben 10: O Segredo do Omnitrix

Spike em Transformers, e Transformers: O Filme

Vassourito em She-Ra: A Princesa do Poder, He-Man e She-Ra: O Segredo da Espada Mágica

- Presto (primeira voz) em Caverna do Dragão

- Fozzie em Muppet Babies

- Crash em A Era do Gelo 3
- Johny Smith (Anthony Michael Hall) em O Vidente
- Joe DuBois (Jake Weber) em A Paranormal
- Billy Chenowith (Jeremy Sisto) em A Sete Palmos

- Gary Basarba (Art Wulliger) em Todo Mundo Odeia o Chris

 

Fontes: Acervo Pessoal, Jornal do Brasil, O Fluminense, Wikipédia, Nizo Neto, InfanTv, Dublanet, Canal Cedric Keeley, Imdb, Dubla.com.br, Berenice Lamonica, Brita Brazil, Ofuxico, Globo.com, Chico é Mais, Diário Gaúcho, Os Curtos Filmes, Rede Manchete.net, Todo Teatro Carioca, Gugu Olimecha, Teatro Pédia, Yuri Pinheiro.com, Cbtij, Infonet, Teatros.art, Stand-Up Comedy.com.br, Piracicaba.sp.gov.br, Canal Trocando de Pele, Rodízio do Humor Oficial (Facebook), Gazeta do Povo.com.br, Rio Show.globo.com, Renato Brito, Canal carranca0009, Planeta Disney.com.br, Daniel Neto.com.br, Premiere Line, 1/2 Orc, Meg Wood.