Dubladores

Osmiro Campos


Arquivo de Som:

 
Professor Girafales (Rubén Aguirre) em Chaves



 

Biografia:

 
Osmiro Campos foi um dublador Paulistano.
 
Osmiro Campos nasceu em 18 de Abril de 1933 em Pelotas, Rio Grande do Sul. Se mudou ainda criança para Porto Alegre.

 

Em 1947 virou funcionário publico dos correios de Porto Alegre. Depois foi para Cachoeira do Sul ser contra regras e depois Locutor de Rádio, saindo 3 meses depois e indo para São Paulo, tendo chegado no dia 1 de Abril de 1950. Em São Paulo, foi trabalhar na Radio Tupi, e graças a ajuda do diretor Walter Avancini da mesma emissora, foi tentar ser Radioator na Rádio São Paulo. Chegando lá, foi recebido por Alfredo de Carvalho (filho de Paulo Machado de Carvalho, Dono da Radio Record, São Paulo e Jovem Pan, que eram emissoras conjuntas) que estava no comando do concurso Procura-Se Um Galã, e ao ouvir Osmiro, deixou de procurar e o lançou como tal, vindo a trabalhar desde então na Radio. O curioso desta história era que Osmiro nem estava sabendo deste concurso.

 

Na Radio começou como figurante, até aprender o oficio de radio-ator, daí embarcou em várias novelas, uma delas foi a série de novelas O Senhor do Destino, entre outras. Em 1951 foi capa da revista Radiolar o apresentando como o galã da época.

 

Anos depois, já na Tupi do Rio de Janeiro, ficou responsável por escrever o programa Incrível, Fantástico, Extraordinário, de autoria de Almirante, que na época havia passado por uma operação no cérebro, e estava sem condições de ler nem escrever, e Osmiro então começou a escreve-las desde então. Esse programa eram histórias fantásticas mandadas por ouvintes, e a trilha sonora das mesmas eram feitas ao vivo no auditório da Radio Tupi por uma Orquestra. Também ficou responsável por outro programa de Almirante, Recolhendo Folclore, eram também histórias mandadas pelo público, só que dessa vez sobre folclores e causos do nosso país. Muitas pessoas queriam saber quem as escrevia, já que sabiam que o Almirante estava se recuperando da cirurgia, e Osmiro nunca disse, pois não se preocupava em creditar seu nome nas produções, porque fazia aquilo como uma homenagem ao Almirante, a quem Osmiro era fã.

 

Também trabalhou no programa Uma História Em 10 Minutos com narração de Carlos Frias, aonde lia cartas de amor.

 

Osmiro também trabalhou na Radio Cultura, e a mesma era correspondente de rádio alemã Loch Velen, e nessa época estavam fazendo nessa rádio alemã um ranking dos melhores autores de rádio teatro do mundo, tendo radio teatros brasileiros tendo ficado em primeira e segunda colocados, e uma dessas peças foi encenada na radio alemã, e depois veio para o Brasil, aonde Osmiro e Rita Cleós encenaram aqui no Brasil na Radio Cultura, e depois mixado com a sonoplastia feita pela Sinfônica de Berlin, na Alemanha.

 

Osmiro também em muitas outras rádios, como Mairink Veiga, Radio Mundial do Rio de Janeiro, Radio Gaúcha de Porto Alegre, entre outras.

 

Na dublagem começou em 1959 dublando para o cinema nacional, dublava nos estúdios da Bandeirantes, chamado Bandeirantes da Tela, que tinha como narrador o médico Marino Neto, e os estúdios eram de um parente do governador Ademar de Barros, que existe até hoje e chama-se Lics Filme. Na mesma época entra para Gravason,  e consecutivamente depois para a Aic, fazendo carreira.

 

Na Aic fez personagens marcantes como a primeira voz de James Stephens interpretado pelo segundo ator a interpretar o papel na série A Feiticeira, foi o Doutor Charles Colano interpretado por Dick York em apenas um episódio de Cidade Nua, foi a segunda voz do Capitão Lee B. Crane interpretado por David Hedison na 3° e 4° temporadas de Viagem ao Fundo do Mar, o Inspetor Dobbs Kobick interpretado por Kevin Hagen em Terra de Gigantes, entre outros.
 
Depois passou por outros estúdio como Bks e Com-Arte. Na Com-Arte participou da dublagem de Spectreman dublando o macaco Karas, ajudante do doutor Mori, entre outros.
 
Nos anos de 1980, já na empresa Maga de seu amigo Marcelo Gastaldi, Osmiro Campos interpretou o maior papel de sua carreira, dublando o ator Rubén Aguirre nas séries Chaves e Chapolin, na época foi chamado para substituir Potiguara Lopes na direção da série, e acabou ficando com o personagem de Potiguara também por Potiguara estar muito ocupado com atividades externas, e esse personagem foi o mais famoso que Osmiro deu a voz dentre todos interpretado por Rubén Aguirre, que é o Professor Girafales em Chaves.
 
Ainda na Maga, Osmiro dublou outras produções como o Narrador no desenho Saber Rider, Zor-el interpretado por Simon Ward no filme Supergirl - O Filme, entre outros.

 

Nos anos de 1980, a empresa aérea Varig, em véspera de Oscar dava a opção a seus passageiros de assistir os filmes que foram indicados ao Oscar, tinha as opções de dublado em português, espanhol e japonês, alem do ingles, e Osmiro chegou a dublar dois filmes indicados ao Oscar para a empresa nessa época, os quais são Autor em Família, dublando o Al Pacino, e Tootsie, dublando o Dustin Hoffman. As dublagens dos filmes, em ambos os idiomas, eram mixadas no Japão.

 

Osmiro também é diretor de dublagem, tendo dirigiu os 3 filmes primeiros filmes de Monty Python, alem de dublar nos mesmos, e também foi o segundo diretor da dublagem do Clube do Chaves pro Sbt em 2000 na Gota Mágica, entre outros.
 
Osmiro também é autor, tendo escrito os filmes A Virgem e o Bem-Dotado em 1980 e Massagem For Men em 1983, no ultimo filme também participou dublando.
 
No Cinema Osmiro mais dublava os filmes nacional do que atuava, mais em 1981 atuou no filme As Meninas de Madame Laura.
 
Na Tv participou do episódio piloto de Feroz e Mau-Mau ao lado de seu amigo Marcelo Gastaldi em 1991, que era o criador e protagonista da série ao lado de Carlos Seidl, todos dubladores da série Chaves, no qual criaram a serie espirada na série mexicana, mais infelizmente a série não foi pra frente, porque a emissora que está série ia passar que era o Sbt, não deu continuidade ao projeto.
 
Em novelas, Osmiro teve uma pequena participação em Amigas e Rivais em 2007 e Revelação em 2008.
 
No Teatro, dentre tantas peças, Osmiro trabalhou em Trair e Coçar é Só Começar, a partir do começo dos anos 2000, fazendo um padre, viajou o Brasil inteiro com essa peça.
 
Alem de todas essas atividades artísticas Osmiro também é roteirista.
 
Nos anos 2000 foi chamado para dublar Rubén Aguirre novamente, agora no Clube do Chaves, nome criado no Brasil para Chespirito, que eram novos episódios de Chaves e Chapolin feitos nos anos 80, já que a série era de 70, esses eram mais recentes, alem de Chaves e Chapolin tambem criaram novos personagens e quadros para a série.Alguns anos depois foi chamado para redublar Rubén Aguirre em Chaves e Chapolin para o lançamento dos mesmo em Dvd, pouco tempo depois foi chamado para dublar o Professor Girafales no desenho Chaves.
 
Com o ator Rubén Aguirre, e principalmente com o papel interpretado por ele de Professor Girafales, Osmiro Campos ficou conhecido no Brasil inteiro, e isso lhe rendeu participações em muitos eventos do gênero e também em entrevistas, foi um dublador que a maior parte do tempo trabalhou em área técnica, roteirista, autor, diretor, e dublou relativamente pouco pra Tv, comparado a outros profissionais, mas com apenas 1 personagem se tornou tão ou mais conhecido que muitos dubladores com diversos papeis, Osmiro teve sorte em sua carreira por esse trabalho ter chegado em suas mãos, e tudo isso graças ao saudoso amigo Marcelo Gastaldi, o dublador do Chaves.
 
Nos anos 2000, também foi diretor de dublagem do extinto estúdio Telesound.

 

Osmiro faleceu em 5 de julho de 2015, aos 82 anos de idade, deixando um legado de grandes personagens.

 
Trabalhos:

 
- Guarda Smith (no episódio do piquenique pai-e-filho) em Zé Colméia e (quarta voz) em Zé Colméia Show
- Coronel Mandragão em Matraca e Fofoquinha
- James Stephens (Dick Sargent) (primeira voz) em A Feiticeira
- Narrador em Saber Rider
- Karas em Spectreman
- Rubén Aguirre em Charrito, Um Herói Mexicano, Chaves, Chapolin, Clube do Chaves, Chaves (Dvd), Chapolin (Dvd) e O Melhor de Chespirito (Dvd)
- Professor Girafales em Chaves (Desenho)
- Michael Dorsey / Dorothy Michaels (Dustin Hoffman) em Tootsie (Avião)
- Dr. Charles Colano (Dick York) em Cidade Nua
- Capt. Lee B. Crane (David Hedison) (segunda voz) em Viagem ao Fundo do Mar
- Insp. Dobbs Kobick (Kevin Hagen) em Terra de Gigantes
- Tio Bino (Joe Askeley) em A Extraterreste
- Zor-el (Simon Ward) em Supergirl - O Filme
- Bert Gordon (George C. Scott) em Desafio á Corrupção
- Cap. Victor Delgado (Cheech Marin) em Um Tira Acima da Media
- Kane (Barry Sullivan) em Cavalgada Infernal
- Coronel Brock (Henry Silva) em Alligator
- Alan Swann (Peter O'Toole) em Um Cara Muito Baratinado

- Ivan Travalian (Al Paccino) em Autor em Família (Avião)

- Lui (Alain Delon) em O Cachorro

 

Fontes: Dublanet, Grupo no Yahoo de Dublagem no Brasil.