Dubladores

Ribeiro Santos


Arquivo de Som:

 
Espadachim em Capitão América


 
Biografia:

 
Ribeiro Santos foi um dublador carioca.
 
Adolfo dos Santos Ribeiro nasceu em 21 de Janeiro de 1933 na cidade do Rio de Janeiro.
 
Começou a carreira como auxiliar de escritório. Posteriormente foi fazer um teste na Radio Tupi passando pelas mãos de Olavo de Barros, que adorou o trabalho do rapaz e o contratou para trabalhar nas rádio novelas da casa. Isso ocorreu por volta de 1959. Uma dessas radio novelas foi Uma Gota de Orvalho... ao lado da atriz Nely Vilanova com a qual trabalhou junto em outras radio novelas. Também fez As Luzes Brilharão Outra Vez com participação de Cleonir dos Santos, Osmiro Campos e Aldo César e Não Há Luzes no Meu Caminho ao lado de Aldo César, Cordélia Santos e Aliomar de Matos, entre muitas outras radio novelas apresentadas pela emissora.

 

Em 8 de Setembro de 1961 casa-se com Cláudia Monteiro, e era tão conhecido no meio artístico que seu casamento foi noticiado em nota na Revista do Rádio edição de 8 de Novembro de 1961, aonde também trazia a foto dos noivas em sua festa de casamento.
 
Na dublagem entrou em 1959, passou pela Herbert Richers, Ziv, Riosom, CineCastro, entre outras. Na Riosom foi diretor de dublagem e diretor artístico. Por volta de 1960/61 foi fundada o estúdio Dublasom Guanabara por Leo Magalhães, e Ribeiro Santos ao lado de Luis Manuel entrou como sócio minoritário, alem de ser diretor de dublagem da casa. Por volta de meado dos anos de 1970, Ribeiro saí da Dublasom, e vai trabalhar na Herbert Richers, dedicando-se apenas como diretor. Também trabalhou alguns anos na Sincrovídeo do amigo Luís Manuel.
 
Entre seus personagens marcantes estão o Capitão Leech em As Aventuras de Gulliver, o cavalo Mister Ed na série do mesmo nome de sucesso nos anos de 1960 no Brasil, entre outros.
 

Ribeiro veio a falecer no dia 13 de Fevereiro de 1991, deixando um legado de profissionalismo, e um dos diretores de dublagem pioneiros no Rio, ao lado de Milton Rangel. Após sua morte, a Herbert Richers lhe homenageou batizando um de seus estúdios com seu nome, marcando assim a importância desse dublador para a dublagem como um todo.

 
Trabalhos:


- Ben Grimm em Os Quatro Fantásticos (Tv Cinesom)
- Aramis (segunda voz) em Os Três Mosqueteiros
- Capitão Leech em As Aventuras de Gulliver
- Sargento Flint em Hong Kong Fu
- Homer em Vovô Viu a Uva
- Ben Cartwright (Lorne Greene) (terceira voz) em Bonanza
- Padre Imperius (Leo McKern) em O Feitiço de Áquila
- Darkon, Gorvac, Imperador Neron e Mekkano em Os Herculóides
- Busby Birdwell / Guru / O Chefe (Marvin Miller) em Viagem Fantástica (1968)
- O Mestre em Capitão Submarino
- Sir Joseph (Billy Williams) em O Vento e o Leão
- Mister Ed (Allan Lane) em Mister Ed
- Xerife Anderson (Franco Fantasia) em O Dólar Furado
- Moe Howard em O Show Animado dos Três Patetas
- Xerife Matt Dillon, em Gunsmoke
- Harry Orwell (David Janssen) em Harry-O
- Sansão em Tarot Kid

- Espadachim em Capitão América

 

Links Relacionados:

 
Reportagem Com Alguns Dubladores da Época - 19/09/1965

Reportagem nos Estúdios da Herbert Richers - 06/06/1976