Dubladores

Xandó Batista


Arquivo de Som:

 
Simon Harman (Slim Pickens) em Daniel Boone


 
Biografia:

 
Xandó Batista foi um dublador Paulistano.

Xandó Batista nasceu em 1920.

Começou a carreira no cinema no filme Ângela em 1961, no mesmo ano fez Suzana e o Presidente, depois fez Tico-Tico no Fubá, Sai da Frente, Apassionata e Nadando em Dinheiro em 1952, Luz Apagada e Uma Pulga na Balança em 1953, Candinho em 1954, Rebelião em Vila Rica em 1957, O Preço da Vitória em 1959, Noites Quentes de Copacabana em 1963, Mulher Satânica em 1964, O Beijo em 1965, O Corintiano em 1967, Marcado Para o Perigo em 1970, A Pequena Órfã em 1973, Trote de Sádicos em1974, O Sexualista, A Casa das Tentações, O Predileto e Efigênia Dá Tudo Que Tem em 1975, Chão Bruto, Já Não Se Faz Amor Como Antigamente, Fruto Proibido e Os Apóstolos de Judas em 1976, O Seminarista, Contos Eróticos e Tiradentes, O Mártir da Independência em 1977, A Noite dos Duros em 1978, Sexo Selvagem, A Noite dos Imorais, Os Amantes da Chuva e Histórias Que Nossas Babás Não Contavam em 1979, O Gosto do Pecado em 1980 e O Homem do Pau-Brasil em 1982.

Na Tv começou na série Vigilante Rodoviário em 1961 na TV Tupi.

Em 1965 foi para a Rede Globo aonde fez sua primeira novela, O Ébrio. Em 1969 foi para a Rede Bandeirantes na novela O Bolha. Em 1971 volta para a Rede Globo na novela Meu Pedacinho de Chão.

No ano seguinte vai para a Tv Tupi na Vitória Bonelli, depois vez Ídolo de Pano em 1974, O Velho, o Menino e o Burro em 1975, Os Apóstolos de Judas em 1976 e O Direito de Nascer em 1978.

Em 1982 volta para a Rede Bandeirantes, aonde faz a novela Renúncia. No mesmo ano vai para a Tv Cultura nas novelas O Coronel e o Lobisomem, e Paiol Velho. Em 1983 volta para a Rede Bandeirantes para trabalhar em apenas uma novela, Braço de Ferro.

Em 1984 vai para o Sbt, aonde atua na novela Meus Filhos, Minha Vida. Em 1990 vai para a Rede Manchete nas novelas Pantanal e A História de Ana Raio e Zé Trovão.

Em minissérie fez Chapadão do Bugre em 1988 na Rede Bandeirantes e O Canto das Sereias em 1990 na Rede Manchete.

Também fez teatro, fez as peças Eles Não Usam Black-Tie em 1958, Chapetuba Futebol Clube em 1959, Solness, o Construtor em 1988, entre outras.

Em 1977 foi premiado pela APCA, Associação Paulista de Críticos de Arte com o troféu de Melhor Ator Coadjuvante no filme O Predileto de 1975.

Na dublagem entrou no início dos anos de 1960 na Aic. Lá fez personagens memoráveis como Don Ignácio Torres interpretado por Jan Arvan na primeira dublagem da série Zorro, foi a segunda e mais conhecida voz do Doutor Alfred Bellows interpretado por Hayden Rorke na série Jeannie é Um Gênio, sem duvida nenhuma seu trabalho mais conhecido, Jelly Hoskins interpretado por Paul Brinegar ma série Lancer, alem de filmes como Sargento Tambul interpretado por Rex Ingram em Sahara, Herbert Carter interpretado por Erskine Sanford em Cidadão Kane, entre outros.

Xandó não era um dublador constante, pois tinha que dividir o trabalho com o cinema e a televisão. Ficou na dublagem até começo dos anos de 1970, quando saiu para se dedicar a dramaturgia por inteiro.

Em 1992 veio a falecer, aos 72 anos de idade, deixando um legado de belos trabalhos, principalmente no cinema.

 
Trabalhos:

 
- Sargento Tambul (Rex Ingram) em Sahara
- Herbert Carter (Erskine Sanford) em Cidadão Kane
- Don Ignácio Torres (Jan Arvan) em Zorro (Primeira Dublagem)
- Jelly Hoskins (Paul Brinegar) em Lancer
- Secretário da Defesa dos Estados Unidos (Austin Willis) em O Rato Que Ruge
- Larry Late (David White) (quinta voz) e Abner Kravitz (George Tobias) (segunda voz) em A Feiticeira
- Dr. Alfred Bellows (Hayden Rorke) (segunda voz) em Jeannie é Um Gênio
- Simon Harman (Slim Pickens) em Daniel Boone